Concludentes do curso de Cabeleireiro recebem certificados

Foto:FajiCerca de 30 profissionais do segmento de cabeleireiro receberam na noite desta terça, 12/11 seus certificados de conclusão do curso de Cabeleireiro, promovido pela FAJI-Fundação de Apoio ao Jovem de Iguatu, com o apoio das lojas, Magrella Collection e O Boticário. Cerca de 150 candidatos haviam feito inscrição para fazer o curso, mas somente 30 vagas estavam disponíveis, o que obrigou a instituição usar como critério de seleção o sorteio das vagas.

Foto:FajiO curso aconteceu durante um período de três meses, no galpão de cursos da FAJI, ao lado da Rádio Mais FM, ministrado pelo experiente cabeleireiro Baterfly, que trabalhou com orientações teóricas e práticas. Baterfly informou que não houve evasão. Segundo ele, todos que começaram conseguiram concluir a qualificação. Nos últimos quinze dias do curso, os estudantes já estavam usando o que aprenderam na prática, cortando cabelo e fazendo outros tipos aplicação estética, em moradores do bairro.

A solenidade de entrega de certificados aconteceu no 1º piso da Eugênia Pizzaria na Av. Dário Rabelo. Estavam presentes, além dos concludentes, a presidente da FAJI, Fátima Sobreira, o empresário Sá Vilarouca, presidente de Honra da instituição, José de Sá Vilarouca, o diretor da Rádio Mais FM, Paulinho Neto, a coordenadora de projetos da FAJI, Patrícia Lopes, e os coordenadores, Greyutoniles Gouvêa e Neuracy Mota.

Foto:FajiFátima Sobreira destacou a iniciativa da FAJI em oferecer a oportunidade para os profissionais e enalteceu as empresas parcerias, Magrella Collection e O Boticário, que deram todo o suporte do treinamento. Mas ela foi enfática na afirmação de que o mais importante foi resgatar a cidadania para pessoas que lutam para um espaço na sociedade e no mercado de trabalho, mas enfrentam inimigos invisíveis poderosos como o preconceito e a discriminação.

Gardênia Brito, que fez o curso declarou que a qualificação para ela serviu não apenas para treiná-la numa profissão, mas principalmente abrindo sua cabeça, com novas ideias e pensamentos. “Estou cheia de ideias novas, estou pensando em várias coisas boas, quero montar meu salão, quero crescer como profissional, porque o curso já me ajudou a crescer como pessoa, foi muito bom”, disse.

O presidente de Honra, Sá Vilarouca afirmou que é prazeroso ver que houve um esforço conjunto entre instituição e empresas para oportunizar aquelas pessoas a qualificação profissional, um passaporte de grande relevância para quem deseja conquistar espaço no mercado, principalmente montando o próprio negócio. O empresário disse que por se tratar de um curso que tem o custo muito alto, em torno de R$ 1.200,00 (mil e duzentos reais), muitos não tinham recursos para fazer e o trabalho institucional da FAJI, com o apoio da iniciativa privada somaram a oportunidade. Ele disse que agora é o momento dos cursandos aproveitarem o que aprenderam, porque o mais difícil foi feito, a qualificação. “Agora corram, sem perder tempo em busca da realização dos sonhos de vocês”, concluiu.

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *