Mais Ação: Presidente da Associação dos Catadores fala das dificuldades da entidade na Vila Chapadinha

O projeto “Mais Ação” desenvolvido pela Fundação de Apoio ao Jovem de Iguatu (FAJI) com o apoio da Rádio Mais FM realiza neste próximo sábado, 28, a segunda edição do evento neste ano que será no Bairro Chapadinha. Na semana que antecede ao evento, a equipe de repórteres da emissora entrevista líderes comunitários e moradores daquela região.

Elizom Ferreira, presidente da Associação dos Catadores em entrevista falou sobre a dificuldade de se manter a associação que hoje conta com mais 30 membros onde tiram seu sustento do lixão, “Temos muitas dificuldades, tiramos menos de um salário mínimo muitos meses. Contatos com ajuda de algumas entidades, e precisamos, mas a maioria das vezes a dificuldade prevalece” disse.

Outro problema por parte da associação é falta de equipamentos “temos a necessidade de obter alguns equipamentos como uma pressa que ajudaria a compactar o material recolhido, mas a dificuldade financeira nos impede”, explicou.Darcicleide Costa também catadora, lamenta essa ser sua única opção de trabalho, “sei somente trabalhar com isso, aprendi a conviver com a fumaça e poluição do lugar”, lamentou.

Religiosidade

A comunidade a sua maioria católica, tem como padroeiro São Francisco de Assis, de acordo com o coordenador da capela Cristiano Pereira a participação dos fieis é significativa em dias de celebração e na festa que acontece anualmente no mês de Outubro, “temos participação boa dos moradores e temos alguns grupos e movimentos religiosos que desempenham seu trabalho pastoral”, contou.

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *